Rádio Verona FM busca manter a tradição da rádio comunitária em Teresina

Por Karla Luz

Uma das mais antigas emissoras comunitárias da cidade e do estado, a rádio Verona FM, há 24 anos faz parte das mais de 400 rádios comunitárias no Piauí e das 16 rádios comunitárias da capital Teresina. Sintonizada na FM 106.9 a Verona FM carrega a tradição de representar e ser porta voz do conjunto Parque Piauí, onde se localiza atualmente.

A rádio Verona FM surgiu em 1997 por meio de um grupo de padres italianos que estavam na cidade através de um convênio entre as Dioceses de Teresina e de Verona, na Itália; entre eles estavam: Ivano Cinquetti, Stefano Costa, Giorgio Costa e Franco Trevisan. Desde então se constrói a partir da relação com a população do conjunto Parque Piauí.

Comunidade participativa nas atividades da Rádio Verona FM

O envolvimento da comunidade com a rádio se destaca a partir da relação com a programação, em que se há espaço para a troca e escuta das demandas dos moradores, um exemplo disto, é que muitos ouvintes viraram locutores por meio desse vínculo.

Atualmente o Diretor da rádio Verona, Carlos Silva, destaca o compromisso em manter a rádio na tradição comunitária, “A organização rádio é feita juntamente com as comunidades da região, é uma associação que busca sempre estar com o povo da região e busca sempre estar envolvida no meio das comunidades.”, relata Carlos Silva.

Imagem reproduzida das redes sociais da Rádio Verona

A rádio Verona traz em sua programação vários temas relacionados à comunidade do conjunto Parque Piauí, desde programas de debates, programas musicais, até divulgação, a rádio conta com uma diversidade plural em sua programação, como conta Ana Laura Teixeira, ex-radialista da rádio Verona FM, “A rádio Verona, é um meio de comunicação que é aberto ao público, o trazendo para mais próximo dos interesses da comunidade, dando qualidade em sua programação” destaca Ana Laura Teixeira.

Maria Vitória Sousa moradora do bairro Parque Piauí e ouvinte da rádio, também comenta que a rádio faz parte da rotina dos moradores, “Todos os moradores já escutaram a rádio Verona em algum momento da vida, faz parte da nossa rotina, desde a infância conheço a rádio e as pessoas que trabalham lá assim como toda a comunidade”, concluiu Maria Vitória.

O apoio dos órgãos públicos às rádios comunitárias

A rádio Verona é uma entre tantos veículos de comunicação que se mantém a partir do autogerenciamento popular e de apoios externos. Carlos Silva destacou a dificuldade de receber algum tipo de apoio em relação com os órgãos públicos e governos municipais ou estaduais.

“Nós mesmos praticamente não temos esse apoio muitas das vezes só somos procurados quando é para ser útil como divulgar campanhas e mais campanhas gratuitamente, inclusive nas campanhas eleitorais”, destaca Carlos Silva.

A Gerente de Jornalismo da Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Teresina, Cintia Lucas, ressalta que a prefeitura não intervém na produção de conteúdo de pequenos ou grandes veículos de comunicação, mas que o governo municipal envia diariamente boletins para os veículos, mantendo o contato com direto sobre as questões de políticas públicas sociais que são desenvolvidas pelos órgãos para essas comunidades, “A Prefeitura de Teresina não interfere na produção de notícias de nenhum veículo de comunicação, seja ele de pequeno ou grande alcance. Os boletins de notícias chegam como sugestões de notícias a serem veiculadas”, conclui Cintia Lucas.

UFPI em parceria com a rádio Verona

A rede Arbo, projeto nacional encabeçado pela Universidade de Brasília (UNB), busca compartilhar e tornar acessível as informações sobre as arboviroses, como dengue, zika e chikungunya com as comunidades da capital, entre elas o Parque Piauí.

No Piauí a rede é coordenada por uma equipe da UFPI com participação da professora Juliana Teixeira, e das estudantes Ana Karolina e Lanna Artemizia, fazendo parcerias com lideranças das comunidades para contemplar o projeto.

Um destes parceiros é a rádio Verona, que no dia 23 de Outubro recebeu Lanna Artemizia para discutir sobre o controle das Arboviroses e introduz em sua programação semanal, informações sobre essas doenças que são produzidas pelo projeto.

Lanna Artemizia, participante da rede, conta sobre a importância da parceria com as rádios comunitárias: “As rádios comunitárias têm um papel importante, não apenas por amplificar as informações de bairros e zonas da cidade como também por facilitar o acesso a elas. Além disso, incentiva a participação de moradores e proporciona conhecimento a elus.”, concluiu a Lanna Artemizia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.