Cresce o número de golpes nas redes sociais

As contas falsas no Instagram geralmente utilizam de logomarca e identidade visual similares ao perfil original para enganar o consumidor.

As redes sociais mudaram nossa forma de nos comunicarmos, sendo utilizadas, hoje, para diversos fins, como a divulgação de produtos, lugares ou pessoas. O uso dessas tecnologias encurta distâncias e move a economia, porém facilita a propagação de golpes. De acordo com a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Piauí, nos últimos anos, os crimes de estelionato no espaço virtual cresceram: só em 2021 a média de golpes por dia chegou a 3,69.

Esse tipo de crime vem acontecendo com frequência no restaurante Matisse Mercatto, localizado na zona leste de Teresina. O local já sofreu cerca de dez golpes na plataforma do Instagram. Geralmente, os criminosos utilizam uma logomarca e a identidade visual praticamente iguais ao perfil original, para se passar pelo restaurante e, quando os clientes entram em contato, eles pedem informações pessoais e dinheiro.

A administradora do local Larissa Soares explica: “Eles pedem contato e confirmação de CPF, para garantir a vaga, nenhum lugar pede a confirmação de CPF para uma reserva. Alguns pedem confirmação de e-mail, eles mandam um número por SMS e querem que a pessoa diga o número que chegou e assim eles pegam os dados do celular”.

Print do perfil falso e verdadeiro

O delegado Anchieta Nery,  titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Piauí, ressalta a importância da atenção e prevenção para evitar cair em golpes: “ O indivíduo deve ter atenção na sua comunicação, conversas, nas mensagens que recebe, a atenção evita a maioria dos problemas online. As investigações são complexas e demandam tempo e parceria com o poder judiciário. Então o melhor remédio é prevenir ”, alerta.

A vendedora Camila Batista foi vítima de um crime virtual ao vender um ingresso para um show. Ela relata o sentimento de indignação: “Eu coloquei no site da Kalor Produções o ingresso que estava vendendo, aí a pessoa me mandou mensagem interessada, conversamos, passei o pix, e fiz a transferência do ingresso. Ele mandou o comprovante de pagamento, mas depois apagou. Eu pensei que tinha dado certo, mas o dinheiro nunca caiu. Fiquei indignada”, relata.

    Print da conversa entre a vítima e o suspeito 

Afinal, o que é considerado um crime virtual?

Crimes cibernéticos são atos considerados ilícitos praticados através dos dispositivos tecnológicos como computadores, celulares e tablets. O crime praticado na internet pode afetar tanto pessoas como empresas, além de causar prejuízos. Alguns dos crimes mais comuns na internet são: roubo de identidade e senha, falsa identidade, pedofilia, estelionato entre outros. 

Para denunciar, a vítima deve reunir o máximo de provas possíveis para comprovar o ato criminoso, por exemplo: prints de telas, troca de mensagens ou e-mails, número de contato, endereços dos perfis etc. Em seguida, encaminhar-se até o cartório e registrar esses arquivos em uma ata notarial para comprovar os fatos. E por último ir até a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática mais próxima e registrar o Boletim de Ocorrência, em Teresina o telefone de contato é  (86) 3216-5275.

Dicas para evitar cair no golpe

O Especialista em Segurança e Doutor em Antropologia, Arnaldo Eugênio, ressalta que para não cair em golpes desse tipo é importante estar atento aos números de contato, não passar informações pessoais via Internet. Confira algumas dicas dele para se proteger:

  • Nunca se deve abrir uma página ou mensagem de contato desconhecido.
  • No caso de restaurante, nunca utilizar sem antes ligar para o número fixo e confirmar a veracidade do anúncio.
  • Antes de fazer reserva e pagamentos antecipados, não fornecer dados pessoais, sem confirmar a autenticidade do estabelecimento.
  • Utilizar sempre um programa para bloquear contatos indesejados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.