Aos poucos a vida volta ao normal

A rotina de quem buscou nas atividades físicas ao ar livre uma forma de se cuidar durante o lockdown aos poucos volta ao normal com a reabertura de parque.

Por Layza Mourão

O Parque Matias Augusto de Oliveira Matos, localizado no Mocambinho, zona Norte de Teresina, viu as atividades realizadas nas suas dependências serem temporariamente paralisadas como medida de contenção do avanço da Covid-19 em Teresina. O projeto, executado pelo Programa Lagoas do Norte, oferece diversas opções de lazer, além de espaço para realização de diversas atividades como: pista de caminhada, ciclovia, pista de skate e quadras de vôlei, futebol, basquete, além de uma área de gramado, quiosques com venda de lanches e bancos espalhados em pontos estratégicos dos 4,9 hectares do complexo.

Pôr do Sol no Parque Matias Augusto de Oliveira Matos. (Foto: Layza Mourão)

À medida em que a rotina do teresinense foi voltando ao normal, mas seguindo uma série de medidas restritivas, o parque reabriu para o público, e foi nesse momento que a estudante Camila Santos resolveu aproveitar as inúmeras opções de lazer que ali são oferecidas: “Sinto que fico bastante conectada à natureza, tanto pela paisagem quanto pelo clima mais ameno que o local nos proporciona, o que acaba facilitando na concentração para a realização de corridas, que é o que pratico no momento.”

Camila Santos no Parque Matias Augusto. (Foto: Arquivo Pessoal)

Camila ainda fala sobre a importância de ter um lugar como aquele durante a quarentena: “Apesar dos constantes pedidos de distanciamento social, ter contato com um espaço aberto como a Lagoa para a realização de uma caminhada ao ar livre ajuda muito a controlar a ansiedade que o isolamento vem causando. Sempre que posso, eu venho caminhar, para além de manter um condicionamento físico, cuidar da parte mental, que é muito importante”.

A professora Mariana Antão também se rendeu aos encantos do Parque quando buscou um refúgio para prática de exercícios ao ar livre: “Eu percebia a necessidade de estar em um ambiente mais livre, um ambiente em que pudesse me movimentar melhor, em que eu pudesse ter contato com a beleza da natureza. Eu passei a dar muito mais valor aos ambientes naturais”.

As telas (celular, computador, tablet…) ganharam status de protagonismo nessa adaptação para que algumas atividades pudessem voltar a funcionar, com isso, muitas pessoas tiveram que aderir aos trabalhos de forma remota, e o impacto na saúde mental também foi percebido. Mariana ressalta a importância do contato com a natureza em meio as aulas remotas: “É muito importante, como estou trabalhando de forma remota, fico muito na frente das telas, e nesses momentos em que vou aos parques é muito bom ter contato apenas com a natureza. O parque é muito bonito, e como é no bairro próximo ao meu, muitas vezes encontro pessoas conhecidas, então isso me ajuda.”

O educador físico Lásaro Albuquerque lista os inúmeros benefícios que as atividades ao ar livre trazem para os praticantes: “Melhora no foco e atenção, pois grande parte das atividades desportivas exigem fundamentos e foco em objetos como bolas para correta execução, observa-se também melhorias na disposição e humor dos praticantes”. Além desses benefícios, ele conta que observou o aumento nos pedidos por atividades fora do ambiente das academias e espaços fechados: “os alunos estão se adaptando, e com essa nova realidade, estão pedindo práticas ao ar livre, o que acaba trazendo mais pessoas, amigos e parentes para o momento, o que acaba motivando e estimulando a prática”.

Mas, engana-se quem pensa que as práticas esportivas ao ar livre beneficiam apenas o corpo. A mente também ganha com os hábitos saudáveis de quem busca ambientes abertos para se exercitar, é o que explica a psicóloga Fabiana Melo: “A atividade física surge como grande aliada do tratamento psicoterápico no cuidado com a saúde mental. Movimentar o corpo é produtor de hormônio e de neurotransmissores do bem-estar, para lidar com ansiedade, um dos manejos é a atividade física, dentre eles, a caminhada”. A psicóloga elenca ainda os benefícios para mente e para o corpo: “Ajuda na diminuição dos níveis de estresse, na melhoria do sono, equilibra a produção de hormônios como serotonina e dopamina, que são os hormônios do bem-estar; aumento da disposição ao longo do dia, o que ajuda também na auto estima; prevenção de diversas doenças físicas, além do alívio de sintomas de transtornos mentais.”

Para quem quer conhecer o Parque, ele está aberto de terça a sexta das 5:30h às 10h e das 16h às 21:30h; e aos sábados, domingos e feriados, das 5:30h às 11h e das 15h às 21:30h. Ele está localizado na Avenida Freitas Neto, Mocambinho, zona Norte de Teresina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.