Popularização de podcasts nos últimos anos

O Brasil lidera o ranking mundial de crescimento de podcasts


Foto Reprodução / Internet

Por Airton Lima e Celeste Ribeiro

O formato de mídia podcast, que surgiu em 2004, tem cada vez mais se popularizado entre jovens e adultos. Com quase 17 anos do seu surgimento, somente nos últimos anos se teve um crescimento expressivo no consumo. Um dos fatores para esse crescimento é a popularização de serviços de streaming como o Spotify e o Deezer, que permitem uma maior facilidade no consumo desses conteúdos.

No ano de 2020 a produção de podcasts teve novamente destaque no Brasil e o país liderou no mundo em criação de conteúdo para esse seguimento, segundo dados da Voxnest.

O número de pessoas que ouvem Podcast indo ao trabalho e universidades faz parte significativa dos ouvintes, de acordo com dados divulgados pelo Spotify. No início da pandemia, houve uma queda no número de usuários, porém isso logo foi revertido com as pessoas adaptando-se à nova realidade e também com o surgimento de novos podcaster’s.

Jordan Natanael, podcaster de Teresina, falou um pouco sobre a produção do conteúdo no Estado do Piauí. “As dificuldades de um podcast em Teresina são muito grandes, ainda mais para o público que gravo, que é mais pra quem gosta de filmes, séries e jogos, aqui não tem muito esse público. As pessoas daqui ainda estão presas às velhas rádios, o meio mainstreaming, e também porque podcast é mais pra quem tem acesso à internet, tem acesso às plataformas que reproduzem podcast”, afirma.

Dados divulgados pelo Spotify apontam que, no final do ano de 2020, o país passou por uma avalanche no crescimento de novos conteúdos, como o aumento nas produções de alguns programas já conhecidos e também a chegada de novos. Na plataforma ao todo são mais de 1,9 milhão de podcasts, um número que só cresce assim como o consumo.

Lista dos podcasts mais ouvidos no Brasil em 2020 (Spotify)

  1. Horóscopo Hoje
  2. Café da Manhã
  3. Primocast
  4. NerdCast
  5. Flow Podcast 
  6. Autoconsciente
  7. O Assunto
  8. Mamilos
  9. Inglês do Zero
  10. Filhos da Grávida de Taubaté

Essa lista mostra que programas já conhecidos pelo público (como o NerdCast e o Mamilos) aparecem em posições mais abaixo, abrindo lugar para programas mais informativos (como o café da manhã e o Horóscopo Hoje) assumirem as primeiras posições. Isso é um reflexo de uma crescente nos programas informativos, de crimes reais, entre outros.

Um dos fatores que influenciou essa guinada e trouxe essa diversificação nos programas foi a criação do Google Podcasts e de grandes produtoras de conteúdos que passaram a fazer parte desse segmento, como o grupo Globo, o Uol e a Folha de S. Paulo. 

No AudioDay 2021, evento realizado pela rede Globo, a empresa anunciou que no ano de 2021 o Globoplay passara a transmitir os podcasts produzidos pelo G1, GE, Gshow e alguns novos títulos. A empresa fechou parceria com o grupo B9, uma das maiores produtoras de conteúdo do país. Com a parceria, os programas da produtora passam a ser promovidos com exclusividade pela Globo, como os podcasts Mamilos e o Braincast.

Com esse investimento, a empresa deixa claro que deseja acompanhar as transformações que o mercado vem sofrendo com a crescente nesse setor.

O Brasil é o que mais produz, mas não o que mais ouve podcast: o país está na quinta colocação em número de usuários. Com o isolamento social, o hábito que está altamente relacionado a ouvintes em deslocamento teve uma mudança em seu consumo. Como a pandemia ainda não acabou e há certa redução em mobilidade, o crescimento de usuários via computadores cresceu 58%, contra um crescimento de 32% em smartphones e tablets.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.