Período chuvoso e os cuidados com a saúde

Repórter: Edilson Viana

 

A chegada do período chuvoso em Teresina, que vai de dezembro a março, traz também efeitos nocivos à saúde da população. Além das alterações de temperatura e elevação da umidade, o que pode enfraquecer o sistema imunológico, outros fatores de risco devem ser considerados pela população local acostumada à média de 30ºC na maioria dos meses do ano.

alagamento-teresina
A chuva é um fenômeno natural, mas, às vezes, pode vir acompanhada de problemas. (Foto: Reprodução/Internet)

 

A professora Urziana de Morais, moradora do bairro Primavera, zona Norte de Teresina, fala como tem sido esse período para ela e a família. “Esse período chuvoso tem castigado. A garganta, por exemplo, está sempre inflamada. E, para mim, que sou professora, que tenho a voz como instrumento de trabalho, fica mais complicado. Aqui, em casa, eu e minhas sobrinhas, que ainda são bebês, temos recorrido muito ao médico’, afirma ao Luneta.

A aposentada Ana Fernandes, de 89 anos, residente do bairro Mocambinho, também na zona Norte da capital, pontua os detalhes do sofrimento vivido nesses meses de chuva. “Quando começa esse período de chuvas, é a época que mais sofro, quase toda semana estou no médico, com problemas respiratórios e intestinais”, relata.

Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde de Teresina (FMS)

Voz da especialista

Nessa época, são comuns os alagamentos, que provocam prejuízos materiais e para a saúde. As enxurradas levam lixo, urina e fezes de animais para mais perto das pessoas, contribuindo para a proliferação de bactérias, mosquitos e larvas, provocando outras doenças, como leptospirose, dengue e hepatite A.

Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde de Teresina (FMS), explica um dos motivos para o aumento de doenças nesse período. “Além do período chuvoso, também estamos nos meses de férias, onde as escolas públicas e privadas precisam ter a atenção voltada àqueles banheiros pouco usados, os bebedouros, ar-condicionados, geladeiras das cantinas… Enfim, todos os locais onde possam acumular água precisam ser vistoriados periodicamente, mesmo sem ocorrer aula na instituição”, explica.

A médica ainda alerta as pessoas que vão passar temporada de férias fora de casa. “Antes de viajar, os ralos de pias e banheiros precisam ser vedados, os vasos sanitários precisam estar hermeticamente fechados, as pias e sifões devem permanecer secos, caixas de água devidamente tampadas e aquelas descargas de cordinha precisam estar tampadas para não servirem de criadouro”, completa as recomendações.

img_1002
Lixo acumulado prejudica a vida de moradores da periferia (Foto: Reprodução/Internet)

Sofrimento na periferia

Regiões com pouca infraestrutura são as que mais sofrem com o mato e lixo acumulado, que contribuem para a proliferação dessas doenças. Por isso, alguns cuidados são necessários nessa época do ano.

“Todos esses locais citados estarão em desuso e são locais propícios para proliferação de mosquito. É muito importante que os quintais e locais ao ar livre passem por limpeza frequente, pois qualquer material que permita o mínimo acúmulo de água pode se tornar um criadouro do mosquito, mesmo uma tampinha de garrafa”, conclui Amariles.

INFORMAÇÕES E DICAS DE CUIDADOS PREVENTIVOS ESSENCIAIS DURANTE O PERÍODO CHUVOSO A FIM DE EVITAR SITUAÇÕES DE RISCO À SAÚDE

Cuidados necessários no período chuvoso. (Foto: Reprodução/Internet)

A produção jornalística que você acaba de ler/ouvir faz parte do trabalho desenvolvido pelos estudantes da disciplina de Webjornalismo – 2018.1, administrada pela professora Dra. Juliana Teixeira. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.